segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Túmulo do Samba

Depois de dois anos de cobertura de carnaval da Redação, finalmente ontem foi dia de conhecer na avenida o desfile de uma escola de samba. Na segunda noite do Grupo Especial das agremiações paulistanas, assisti às apresentações de Acadêmicos do Tucuruvi, Gaviões da Fiel e Vai-Vai. Acompanhei também a evolução de Mara Kelly Silva - uma rainha -, do Rei Momo 2009 e dos mestre-sala e porta-bandeira garis. Fenomenal.

Da primeira escola, com um desfile apressado para dar conta de concluir a apresentação dentro de 1h05, saudei Roberta Zawit, colega das Artes. Imponente, ela surgiu, em destaque, sobre um carro alegórico. Logo após a Tucuruvi, o sambódromo se agitou com o anúncio da entrada da Gaviões.

O público enlouqueceu, toda área foi ocupada pela torcida organizada do Corinthians, e bexigas brancas e pretas forraram as arquibancadas para dar boas-vindas à escola - de arrepiar. Só lamento não ter visto Sabrina Sato, porque, durante sua passagem, estava no banheiro, me livrando dos copos de chopes.

Sem dúvida, o momento mais emocionante foi o desfile da Vai-Vai. A agremiação distribuiu bandeiras por todo o sambódromo e o público executou uma coreografia fantástica para receber a escola do Bexiga. Na empolgação, virei até amigo de uma dos destaques das quadras e da arquibancada. Sambei como mestre-sala. Pulei como um folião. Rodei como uma baiana. E nada se igualou à emoção da passagem da bateria, estonteante.

Esperava, no entanto, mais histeria do público e muito samba, muito agito, muita alegria, mais emoção. Achei as pessoas cansadas demais diante um espetáculo tão grande. Do sambódromo da Pan-América de Áfricas utópicas, túmulo do samba, levo uma certeza: agora só me falta conhecer o carnaval da Sapucaí.

2 comentários:

Lu Tador Mente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lu Tador Mente disse...

Posso dizer que sei como é! Estive na Sapucai 3 anos atrás... Indescritível. E concordo também que paulista nao tem a vibração do carioca. Mas enfim... daqui pro sul vai ficando pior essa coisa de calor humano!! Acho que todo brasileiro que se presa deve pelo menos uma vez na vida assistir a um desfile de carnaval e uma partida classica de futebol. O que é que a gente vai dizer para nossos netos?